Atlas do Cartes du Ciel

Nova versão do "Atlas Celeste - Cartes du Ciel" com mais objetos deep sky até magnitude 10, agora com 84 folhas, cada uma abrangendo cerca de 32° do céu com boa margem de superposição entre folhas. A magnitude limite é 8.5 para estrelas e 10 para deep sky e a impressão é em preto e branco. Estou disponibilizando, para quem já tem o software Cartes du Ciel 2.76, as 84 cartas num arquivo zipado para download. Obs.: estas cartas só podem ser abertas na versão antiga (2.76) do software disponível no link anterior. A verão atual (3.2), que não abre estas cartas, está neste link: Cartes du Ciel 3.2.

É recomendável que o Cartes du Ciel tenha pelo menos o catálogo de estrelas SKY2000 para que as estrelas até mag. 8.5 sejam plotadas. Outra recomendação é configurar a impressão para paisagem tanto na configuração do software como na janela da impressora. Ainda na configuração de impressão do software use P/B (preto e branco), Sem legenda e Sem margem e, importantíssimo, adote como Título da Carta o próprio nome do arquivo que está sendo impresso, assim o arquivo "02h -20°.cdc" deve gerar a carta de título "02h -20°", com isso teremos uma referência na hora da busca da carta.

Para facilitar o uso das cartas é recomendável ter a mão um mapa celeste do céu inteiro ou, melhor ainda, o planisfério que está disponível logo abaixo nesta página. Assim, basta localizar as principais estrelas da região observada no planisfério, verifiar as coordenadas da região e depois usar a carta específica do "Atlas Celeste - Cartes du Ciel".

Atlas v1.5 (108KB).

Veja na tabela abaixo quais são as coordenadas centrais das cartas:

                                           R. A.
dec.  00h  02h  03h  04h  06h  08h  09h  10h  12h  14h  15h  16h  18h  20h  21h  22h
+80°   x                   x                   x                   x
+60°   x         x         x         x         x         x         x         x
+40°   x    x         x    x    x         x    x    x         x    x    x         x
+20°   x    x         x    x    x         x    x    x         x    x    x         x
+00°   x    x         x    x    x         x    x    x         x    x    x         x
-20°   x    x         x    x    x         x    x    x         x    x    x         x
-40°   x    x         x    x    x         x    x    x         x    x    x         x
-60°   x         x         x         x         x         x         x         x
-80°   x                   x                   x                   x


Planisfério

Muito práticos e simples de usar, os planisférios servem como guia rápido para identificar constelações no céu. Vou apresentar dois modelos que fiz usando os softwares "Cartes du Ciel" e "Skymap". O primeiro é do tipo tadicional, apresentando o céu para uma determinada latitude e portanto só pode ser usado por que estiver próximo desta. O segundo é diferente porque pode ser configurado durante a montagem para representar o céu de qualquer latitude, porém apresenta o inconveniente de mostrar o céu dividido em duas metades, uma do hemisfério sul e outra do hemisfério norte.

Uso dos planisférios:
Para usar o planisfério primeiro é preciso posicionar o mapa de acordo com a data e hora do local. Para isso existe a marcação das datas na borda do mapa. Ajuste a data atual na posição correta: no planisfério tradicional ajuste no topo onde indica o norte e no planisfério diferente ajuste na direita na direção oeste (W). Este ajuste inicial mostra o céu na meia-noite desta data. Para ajustar de acordo com a hora local, gire o mapa para a esquerda se for mais cedo ou para a direita se além da meia-noite. Cada divisão do mapa corresponde a 15° ou uma hora. O mapa já pode ser usado mas ainda é possível um ajuste mais fino. Isto é necessário pois o mapa é feito considerando a passagem dos astros pelo meridiano do fuso horário (que para horário de Brasília é o meridiano 45°). Assim temos que somar ou subtrair a diferença em graus do seu meridiano para o meridiano 45°. Se você mora a leste do meridiano (Rio, Salvador e todo o Nordeste) você tem que adiantar o mapa girando a diferença em graus para a direita. Caso contrário faça ao contrário (hehehe). Se você mora em outro fuso horário do Brasil considere a diferença da sua longitude para o seu fuso a não para o de Brasília. Isto vale para o mapa do hemisfério sul, se, no caso do planisfério diferente, montarmos uma máscara para o hemisfério norte lembrar que as estrelas giram no sentido antihorário ao redor do polo norte, por isso eu coloque as marcas das datas apenas no lado sul para não confundir (se é que não compliquei mais ainda com esta explicação 8^).
Para o planisfério diferente lembrar que estamos olhando separadamente os dois hemisférios celestes portanto quando olharmos para o sul use o lado correspondente da carta (que vai do horizonte sul até um pouco além do zênite pois o equador celeste fica mais para o norte) e quando olhar para o norte veremos só a pequena parte do hemisfério norte que passa acima do horizonte. A grande vantagem deste tipo de planisfério é que ele contém os dois hemisférios completos e podemos montar uma máscara para cada latitude que estivermos (exemplo: uma viagem ao hemisfério norte) colocando o disco dos mapas na máscara adequada. Outra vantagem é que as constelações na borda do mapa ficam menos distorcidas e o mapa fica mais "espaçoso" ao redor do polo.

Qualquer dúvida não exite em me perguntar: e-mail não clicável - copie num papel!


Planisfério Hemisférico

Para qualquer latitude

INSTRUÇÕES:
1 - Salve os dois mapas e a máscara abaixo no seu computador. Imprima os três desenhos na mesma escala. Lembre-se de não usar as opções de impressão: "ajustar à folha" nem "permitir distorção", use apenas a opção "centralizar na folha" nas três impressões.
2 - Recorte os dois mapas no círculo extreno e cole um no outro cuidando para alinhar os dois lados, por exemplo: use a constelação de Órion, que está no topo dos dois mapas na linha do equador, como referência (coloque os dois discos juntos contra uma lâmpada para ver o alinhamento pela transparência). Na minha experiência, cola branca não é um boa opção pois deixa o papel ondulado, podes usar fita adesiva dupla face ou cola em bastão.
3 - Na folha da máscara, recorte com um estilete apenas a linha curva correspondente à sua latitude (se for um valor intermediário, marque antes com lápis) e dobre a folha ao meio na altura da linha horizontal de latitude 0°.
4 - Faça um furo com tachinha no pequeno círculo que exise na linha de latitude 0° e também no centro do mapa e coloque o mapa cuidando para que os hemisférios celestes fiquem no lado correto da máscara (observe as marcas dos pontos cardeais na máscara).

Dica 1: se você viaja para outras latitudes, faça as máscaras necessárias para cada latitude visitada e use o mesmo mapa intercambiando de uma máscara para outra.

Dica 2: após colar os dois mapas dos hemisférios e antes de cortar a máscara é interessante plastificá-los.

Hemisfério norte

Hemisfério sul

Máscara

Hemisfério sul Hemisfério norte

Um outro ótimo planisfério by Toshimi Taki


Planisfério Tradicional

Para a latitude 30° sul

INSTRUÇÕES:
1 - Imprima uma cópia do mapa e duas cópias da máscara. Para melhor impressão, salve as figuras e depois use um software editor de imagens para impri-los. O "Microsoft Photo Editor" serve bem para isso. Lembre-se de usar a mesma escala para o mapa e as máscaras ao imprimir de forma a usar a maior área possível da folha de papel (aconselho 50% do tamanho original). Não usar as opções de impressão: "ajustar à folha" nem "permitir distorção", use apenas a opção "centralizar na folha" e "escala = 50%" nas duas impressões.
2 - Recorte o mapa na sua borda externa em forma circular.
3 - Recorte a parte oval pela linha preta grossa de uma das cópias da máscara a outra deixe inteira.
4 - Você pode optar por colar as três folhas numa cartolina ou papel cartonado para dar maior rigidez.
5 - Com uma tachinha, faça um furo no centro do mapa e na marca de 30° da cópia da máscara que não foi recortada (inferior).
6 - Coloque a tachinha no furo por trás da máscara inferior, coloque o mapa por cima encaixando no furo e por fim coloque a máscara recortada (superior) ajustando bem sobre sua cópia de baixo.
7 - Cole as duas máscaras nos cantos cuidando para não colar o mapa que deve girar livremente. Se você colou o mapa em um papel cartonado um pouco grosso, coloque pedaços deste mesmo material entre as máscaras nos cantos para dar espaço para o mapa. Coloque um pedacinho de borracha na ponta da tachinha, a tampinha trazeira de uma caneta Bic serve bem como proteção da tachinha.

Planisfério do hemisfério sul

Máscara para a latitude 30° sul

Planisfério para 30° sul